Andrea Bocelli fez shows em São Paulo

Andrea Bocelli retornou ao Brasil para celebrar seus 30 anos de carreira. Nesse fim de semana, o tenor mais amado do mundo se apresentou no Allianz Parque, em São Paulo, nos dias 25 e 26 de maio.

A turnê no país já teve concertos em Belo Horizonte, Brasília e Rio de Janeiro. A realização foi da Dançar Marketing.

Sandy foi a artista brasileira convidada para se apresentar ao lado de Andrea Bocelli nas apresentações. Os dois artistas firmaram a primeira parceria em 1997, gravando juntos uma versão de “Vivo Per Lei”. Eles também dividiram o palco em Belo Horizonte e em São Paulo, em concertos memoráveis realizados pela Dançar Marketing, e em 2012, em Portofino (Itália), ocasião em que Sandy acompanhou o tenor em sua primeira performance em português, “Corcovado”.

Matteo Bocelli, filho do tenor, se apresentou pela primeira vez no país. Juntos, gravaram o sucesso “Fall On Me” em 2018, que teve mais de 400 milhões de streamings nas plataformas digitais.

O tenor também convidou a soprano Cristina Pasaroiu, que tinha no currículo mais de 45 papéis principais das maiores óperas da história, como Carmen e La Traviata. Caroline Campbell, conhecida como a “violinista das estrelas” por suas parcerias com grandes nomes da música internacional, repetiu a parceria com Andrea Bocelli, com quem já havia tocado na icônica comemoração dos 300 anos do Jubileu de Aparecida, em 2016.

Carlo Bernini, pianista e maestro, voltou ao país como regente nesta turnê. A Orquestra Jovem do Estado e o Coral Jovem do Estado de São Paulo subiram ao palco com Andrea Bocelli nos quatro concertos em estádios no Brasil. Ambos eram ligados à Escola de Música do Estado de São Paulo (EMESP) Tom Jobim, instituição da Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas do Governo do Estado de São Paulo, gerida pela Santa Marcelina Cultura. Os grupos tinham uma proposta não apenas artística, mas uma forte função pedagógica. A Orquestra Jovem do Estado tinha direção musical do maestro Cláudio Cruz e o Coral Jovem do Estado era dirigido por Tiago Pinheiro, com preparação vocal de Marília Vargas.

A apresentação ainda contou com a participação dos bailarinos Angelica Gismondo, que em 2021 foi convidada para estrear no lendário festival em Lajatico, “O Teatro del Silenzio”, ao lado de Andrea Bocelli, com quem se apresentou também em Macerata, na Arena Sferisterio, em um concerto beneficente para a Fundação Andrea Bocelli; e Francesco Costa, dançarino italiano que já havia estado ao lado do tenor no Teatro Del Silenzio, na Itália.