No centenário de Nelson Rodrigues, a peça Rodriguianas: Tragédias para Rir no CCBB‏

O doce amargo das ruas, as tragédias, as paixões, as situações divertidas e inusitadas do cotidiano e os dilemas entre o céu e o inferno do ser humano. O olhar peculiar de Nelson Rodrigues capturou de forma apurada as excentricidades da vida e colocou de forma verossímil em suas obras de ficção. No começo dos anos 50, quando viveu seu melhor período da carreira de jornalista, as crônicas diárias (com uma linguagem simples e bebida nas fontes mais populares) publicadas em sua coluna A Vida Como Ela É, do jornal carioca Última Hora, refletiam essa atmosfera. Esse é o mote principal da tragicomédia Rodriguianas: Tragédias para Rir, que estreia no Centro Cultural Banco do Brasil dia 6 de julho, sexta-feira, às 20 horas.

Com adaptação e direção de Luís Artur Nunes, o espetáculo reúne oito contos extraídos da famosa coluna jornalística desse dramaturgo que completaria 100 anos em 2012. O Pediatra, Romântica, As Gêmeas, A Esbofeteada, Despeito, Noiva da Morte, Flor de Laranjeira e Selvageriaganham vida por meio de oito atores em cena. Marcos BredaFernanda D’UmbraDuda MambertiBete CorreiaCintya ChavesMaria Tuca FanchinLuís SoaresSidney Santiago formam o elenco. A montagem também conta com cenário de Marcio Vinícius, figurinos de Fábio Namatame e iluminação de Guilherme Bonfanti.

A peça revela para o público os truques do teatro utilizando doses de encenação explícita e não realista por meio de máscaras, quadros-vivos e manipulação de bonecos. Os atores fazem dublagens, homens e mulheres se dividem no mesmo personagem em uma espécie de interpretação coral. “É um verdadeiro jogo de linguagens, meios e expressões diferentes reunidas em um único espetáculo. Uma boa oportunidade de ver as múltiplas faces do teatro”, diz Luís Artur Nunes.

Ficha Técnica

Autor: Nelson Rodrigues.
Adaptação e Direção Artística: Luís Artur Nunes.
Assistente de direção: Cainan Baladez.
Elenco: Marcos Breda, Fernanda D’Umbra, Duda Mamberti, Bete Correia, Cintya Chaves, Maria Tuca Fanchin, Luís Soares, Sidney Santiago.
Cenário: Márcio Vinícius.
Iluminação: Guilherme Bonfanti.
Figurinos: Fábio Namatame.
Sonoplastia: Luís Artur Nunes.
Programação Visual: Vitor Vieira.
Fotografia: Paulo Sadao,
Preparação Vocal: Monica Montenegro,
Idealização do Projeto: Cintya Chaves.
Coordenação do Projeto: Bete Correia
Direção de Produção e Administração: Maurício Inafre.
Assistente de Produção: Jô Nascimento.
Produção Executiva: Regilson Feliciano.

RODRIGUIANAS: TRAGÉDIAS PARA RIR – Estreia 6 de julho no CCBB.
Temporada – sextas, às 20h, sábados, às 17h e às 20h, e domingos, às 19h.
Duração – 80 minutos.
Até 2 de Setembro. I
ngresso R$ 6,00 e R$ 3,00
Classificação – 14 anos.

CCBB - R. Álvares Penteado, 112 – Centro São Paulo SP. tel. (11) 3113 3651/52.
Capacidade: 125 lugares.
Vendas pela internet:
www.ingressorapido.com.br ou pelo telefone  (11) 4003-1212.
Estacionamento: conveniado na Rua da Consolação, 228 – Ed. Zarvos – R$ 15 por 5 horas.
(No estacionamento há transporte periódico de van até o CCBB).
www.bb.com.br/cultura
www.twitter.com/ccbb_sp
www.facebook.com/ccbbsp

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

More in Teatro (683 of 1473 articles)


Crédito: Flavio Morbach Portella/DivulgaçãoO Teatro da Vertigem dá, aos lugares que ocupa em seus espetáculos, um significado que interfere na ...