Espetáculo infantil “O que mora no escuro” no Itau Cultural

No espetáculo infantil “O que mora no escuro” vamos conhecer a história de dois amigos, Nina (Fabiana Loyola) e Theo (Elton Monteiro), que se transformam em super-heróis para vencer seus próprios medos e conquistar seu campo de força. Nina é deficiente visual e conta com a ajuda de seu cão-guia Mosca e de seu amigo Theo para cumprir esta missão. A peça traz bonecos inéditos confeccionados pelo Grupo Giramundo.

O espetáculo faz duas únicas apresentações: dias 12 e 13 de agosto no Itaú Cultural às 16h com ingressos gratuitos.

A Cia de Teatro O Trem conquistou em 2016 o Prêmio de Melhor Espetáculo Infantil e de Melhor Iluminação em Minas Gerais com a peça “O Que mora no escuro”, que foi indicado ainda nas categorias Texto, Direção, Trilha Sonora Original, Cenário, Figurino, Atriz, Ator e Atriz Coadjuvante, do Prêmio Copasa/Sinparc.

A peça alerta para os principais riscos que existem dentro de toda casa, sendo os seis principais: afogamento, queda, choque elétrico, perfuração, intoxicação e queimadura. No espetáculo, eles são representados por monstros que habitam uma casa mal-assombrada inspirados em vilões de histórias em quadrinhos.

Desta forma, os nossos monstros têm as mais variadas personalidades como por exemplo, o Coringa de Fogo que é um fogão egocêntrico que queima as crianças que se aproximam dele, ou o Darth Vader da Despensa que é atrapalhado e tenta hipnotizar as crianças para que elas bebam produtos tóxicos e vão para um lugar dito “encantado”. Da mesma forma que ensina as crianças a se protegerem de acidentes domésticos, nossos heróis as encorajam a vencer os seus próprios medos e estes “monstros” criados pela própria imaginação das crianças.

O intuito é que elas aprendam conceitos e valores importantes, através de uma grande brincadeira de faz de conta, onde elas são incentivadas a exercitarem sua imaginação. Para isto, o cenário e figurino seguem uma estética de re-utilização de objetos abandonados em um depósito, de forma a construírem e reconstruírem imagens e sentidos a cada nova cena. Os bonecos foram confeccionados pelo Grupo Giramundo e também seguem a estética de reutilização de objetos em desuso, facilmente encontrados dentro de casa, como caixas de papelão e objetos de limpeza.

A trilha foi composta originalmente para o espetáculo, tendo como referência o cartoon e a linguagem HQ, trazendo agilidade e entusiasmo para o enredo.

 

Dias 12 e 13 de agosto no Itaú Cultural

16h

Duração: 60 minutos

Classificação: 3 anos

Endereço: Avenida Paulista, 149 – Paraíso
Telefone: 11 2168-1777
Capacidade: 224 lugares
Retirada de ingressos: público preferencial: duas horas antes do espetáculo, com direito a um acompanhante | público não preferencial: uma hora antes do espetáculo | um ingresso por pessoa

Ficha Técnica

TEXTO E DIREÇÃO: Lívia Gaudencio

ELENCO: Deinha Baruqui, Elton Monteiro, Fabiana Loyola, Leo Campos e Nilmara Gomes.

TRILHA SONORA ORIGINAL, DIREÇÃO MUSICAL E PREPARAÇÃO VOCAL: Leo Mendonza

MÚSICOS: Alex Alves, Bella Michielini, Carlos Carrusca, Flávio Versiani, Gabriel Costa, Hugo Bizzotto, Juventino Dias, Leo Mendonza, Leonardo Lana, Lucas Chiaradia, Maria Tereza Costa e Sérgio Giffoni.

ESTÚDIO: Giffoni

CRIAÇÃO TÉCNICA DE ÁUDIO: Diego Gonzalez

EXECUÇÃO DE ÁUDIO: Jo Santos

CONSTRUÇÃO DE BONECOS E CENOGRAFIA: Giramundo

BONECOS: Beatriz Apocalypse e Mário Apocalypse

CONSULTORIA DE MANIPULAÇÃO: Beatriz Apocalypse e Ulisses Tavares

CENOGRAFIA: Beatriz Apocalypse

ILUMINAÇÃO: Ricardo Da Mata

FIGURINO: Marcos Malafaia

PREPARAÇÃO CORPORAL: Paulinho Polika

DESIGN GRÁFICO: Mondana:IB

FOTÓGRAFO: Thiago Krautz

CONSULTORIA JURÍDICA: Carrusca Vieira Advocacia

ASSISTENTE DE PRODUÇÃO: Iris Prates

PRODUÇÃO EXECUTIVA: Lucas Chiaradia

DIRETOR DE PRODUÇÃO: Marcelo Carrusca

PRODUÇÃO: Lima Produções Culturais e Tríplice Cultural

REALIZAÇÃO: O Trem – Companhia de Teatro

Deixe uma resposta