Home / Crianças / Conheça os indicados ao Prêmio São Paulo de Incentivo ao Teatro Infantil e Jovem do 1º semestre de 2017

Conheça os indicados ao Prêmio São Paulo de Incentivo ao Teatro Infantil e Jovem do 1º semestre de 2017

A Academia de Arte e Cultura divulgou a lista com os indicados do 1º semestre de 2017 à 4° edição do Prêmio São Paulo de Incentivo ao Teatro Infantil e Jovem, iniciativa que tem patrocínio da Coca-Cola FEMSA Brasil e reconhece, em 18 categorias, os melhores espetáculos e profissionais do teatro infanto-juvenil do Estado de São Paulo.

O projeto é sucessor do renomado Prêmio FEMSA de Teatro Infantil e Jovem que, após mais de 20 anos de sucesso e colaboração com o desenvolvimento do teatro, teve sua última edição em 2013. A Coca-Cola FEMSA Brasil segue como apoiadora da iniciativa com uso da Lei de Incentivo à Cultura (PROAC – ICMS), da Secretaria da Cultura do Governo do Estado de São Paulo.

Para compor a lista, a Academia de Arte e Cultura avaliou 51 espetáculos apresentados no período entre 2 de janeiro e 30 de junho, que tenham cumprido uma temporada com 12 apresentações. Os indicados do segundo semestre de 2017 serão anunciados no final do ano.

A cerimônia da 4° edição do Prêmio São Paulo de Incentivo ao Teatro Infantil e Jovem será realizada no 1º trimestre de 2018. A difícil tarefa de escolher os melhores entre tantos excelentes trabalhos desenvolvidos caberá ao corpo de jurados formado por Beatriz Rosenberg, Dib Carneiro Neto, Gabriela Romeu e Mônica Rodrigues da Costa.

“O Prêmio São Paulo de Incentivo ao Teatro Infantil e Jovem se estabeleceu como uma referência para as artes cênicas”, afirmou Luiza Jorge, diretora da Academia de Arte e Cultura e curadora do programa. “Isto resulta em uma grande realização para todos nós, proporcionando visibilidade e reconhecimento aos espetáculos”, completa ela.

Leva ao Teatro

Crianças e adolescentes da rede pública de ensino do Estado, ONGs e instituições assistirão peças infanto-juvenis nos próximos meses por meio do programa Leva ao Teatro, que completa 19 anos de história em 2017. Durante o período, mais de 52 mil crianças e adolescentes com idade entre 4 e 16 anos, acompanharam mais de 200 espetáculos.

“É uma honra para a Coca-Cola FEMSA Brasil ter a possibilidade de apoiar o Leva ao Teatro, que é uma iniciativa de inclusão de crianças e jovens ao universo da arte e da cultura”, afirmou Wanessa Scabora, Chefe de Sustentabilidade da Coca-Cola FEMSA Brasil. “Muitos deles, por meio do programa, têm a oportunidade de assistir pela primeira vez a um espetáculo”.

“A nossa intenção com o Leva ao Teatro é oferecer um dia especial com envolvimento em arte e em cultura, e que isso possa ser transformador em cada um. A cultura é essencial para a formação de um indivíduo, é uma questão de cidadania”, completou Luiza Jorge.

Confira abaixo a relação de indicados à premiação:

01- AUTORIA DE TEXTO ORIGINAL

– Alessandro Hernandez – Salve, Malala!

– Marcelo Romagnoli – Gagá

– Pedro Granato – 11 Selvagens

– Núcleo Caboclinhas – Cora, Doce Poesia

– Dario Uzam – Menino Coragem

02 – AUTORIA DE TEXTO ADAPTADO

– Marcos Daud – Fuente Ovejuna

– Sidnei Caria – Nerina, a Ovelha Negra

– Angelo Brandini – Henriques

– Gpeteanh – Pescadora de Ilusão

– Marcus Cardeliquio, Heitor Goldiflus, Julia Ianina, Fernando Nitsch, Vitor Vieira e Camila Cohen – Kazuki e a Misteriosa Naomi.

03 – DIRETOR

– Sidnei Caria – Nerina, a Ovelha Negra

– Chico Pelúcio – Pagliacci

– Zé Henrique de Paula e Fernanda Maia – Carrossel – o Musical

– Angelo Brandini – Henriques

– Zé Henrique de Paula – Senhor das Moscas

04 – CENOGRAFIA

– Victor Merseguel – Cora, Doce Poesia

– Tarcisio Zanon, Raquel Theo e Etc e Tal – João o Alfaiate – Um Herói Inusitado

– Zé Henrique de Paula – Romeu e Julieta – de Almas Sinceras e União Sincera nada há que Impença

– Eliseu Weide – Salve, Malala!

– Marisa Bentivegna – Gagá

05 – FIGURINO

– Deborah Corrêa – Kazuki e a Misteriosa Naomi

– Marco Lima – Alice no País do Iê Iê Iê

– Christiane Galvan – Henriques

– Sivana Marcondes – A Menina da Lagoa

– Marco Lima – Pescadora de Ilusão

06 – ILUMINAÇÃO

– Adriani Simões – Um Estranho com Asas

– Fran Barros – Carrossel – o Musical

– Vânia Jaconis e César Pivetti – Kazuki e a Misteriosa Naomi

– Marisa Bentivegna – Gagá

– Fran Barros – Senhor das Moscas

07 – TRILHA MUSICAL ORIGINAL

– Pedro Paulo Bogossian – Pescadora de Ilusão

– Fernanda Maia, Michele Iacocca, Sidnei Caria e Ronaldo Liano – Nerina, a Ovelha Negra

– Fernando Escrich – Henriques

– Jonathan Silva – Eleguá, Menino e Malandro

– Dr. Morris – Kazuki e a Misteriosa Naomi

08 – TRILHA MUSICAL ADAPTADA

– Paola Musatti e Vera Abbud – O Jardim do Imperador

– Raul Teixeira e Aragonesco – Menino Coragem

– Eduardo Albertino – Certa vez numa Ilha

– Marcelo Pellegrini – Pagliacci

– Fernanda Maia – Romeu e Julieta – de Almas Sinceras e União Sincera nada há que Impeça

09 – MELHOR ATOR

– Davi Novaes – O Príncipe DesEncantado

– Bruno Fagundes – Senhor das Moscas

– Guto Togniazzolo – Gagá

– Ghilherme Lobo – Senhor das Moscas

– Alvaro Assad – João o Alfaiate – Um Herói Inusitado

10 – MELHOR ATOR COADJUVANTE

– Fernando Paz – Pagliacci

– Val Pires – Henriques

– Marcio Moura – João o Alfaiate – Um Herói Inusitado

– Fernando Nitsch – Kazuki e a Misteriosa Naomi

– Thalles Cabral – Senhor das Moscas

11 – MELHOR ATRIZ

– Bia Resende – Nerina, a Ovelha Negra

– Carol Badra – Pescadora de Ilusão

– Luci Salutes – Certa vez numa Ilha

– Mel Lisboa – Pescadora de Ilusão

– Paola Musatti – O Jardim do Imperador

12 – MELHOR ATRIZ COADJUVANTE

– Márcia de Oliveira – Carrossel – o Musical

– Anna Toledo – Lembro todo dia de Você

– Stefani Dourado – Certa vez numa Ilha

– Melissa Teles Lôbo – João o Alfaiate – Um Herói Inusitado

– Carla Candiotto – Pagliacci

13 – REVELAÇÃO

– Rodrigo Alfer – autoria de texto original – O Príncipe DesEncantado

– Juliana Barone – atriz – Branca de Neve e Zangado

– Giselda Perê, Rubens Alexandre e Renato Caetano – elenco – Eleguá, Menino e Malandro

– Camila Cohen –atriz – Kazuki e a Misteriosa Naomi

– Eduardo Moreira – autoria de texto original – Branca de Neve e Zangado

14- PRÊMIO ESPECIAL

– Projeto BuZum – pela divulgação e valorização do trabalho dos artesãos populares pernambucanos que criaram os 40 bonecos utilizados no espetáculo itinerante – Mamulengo

– Grupos A Hora da História e Conto em Cantos – pela extensa pesquisa sobre as lendas populares da região de Florianópolis (SC) utilizadas no espetáculo – A Menina da Lagoa

– Kleber Montanheiro – pelo visagismo no espetáculo – Kazuki e a Misteriosa Naomi

– Cia Paideia de Teatro – pela integração exemplar entre teatro e escolas do bairro de Santo Amaro, bem como pelos 10 anos de realização do Festival Internacional Paideia de Teatro para a Infância e Juventude – Uma Janela para a Utopia

– Cleber de Oliveira – pelo visagismo no espetáculo – João o Alfaiate – Um Herói Inusitado

15 – MELHOR PRODUÇÃO

– SESI – Serviço Social da Indústria e La Mínima Circo e Teatro – Pagliacci

– Felipe Rodrigues – Certa vez numa Ilha

– SESI – Serviço Social da Indústria e Núcleo Experimental – Senhor das Moscas

– Juliano Barone e Tânia Reis – Fuente Ovejuna

– GO Produções e Eventos e Firma de Teatro – Carrossel – o Musical

16- MELHOR ESPETÁCULO INFANTIL

– Nerina, a Ovelha Negra

– Henriques

– Pescadora de Ilusão

– Gagá

– Kazuki e a Misteriosa Naomi

17- MELHOR ESPETÁCULO JOVEM

– Romeu e Julieta – de Almas Sinceras e União Sincera nada há que Impeça

– Certa vez numa Ilha

– Pagliacci

– Fuente Ovejuna

– Senhor das Moscas

18 – PRÊMIO SUSTENTABILIDADE

– Coletivo das Galochas, por apresentar às crianças da Ocupação Aqualtune, em Pinheiros, o tema muito atual da crise de refugiados pela guerra na Síria, no espetáculo – Cantos de Refúgio

– Cia. Maracujá Laboratório de Artes – pela criatividade e seriedade em abordar o tema do preconceito e da discriminação no espetáculo – Nerina, a Ovelha Negra

– Cia. Pelo Canto – pela sensibilidade e graça ao defender os cuidados com a natureza e a importância vital de se cultivar as áreas verdes do planeta, no espetáculo – O Jardim do Imperador

– Cia. La Leche – por encenar o espetáculo Salve, Malala! como um libelo em defesa da igualdade dos sexos, do direito à educação e do acesso irrestrito às escolas

– Cia Articularte – pelo projeto Histórias Sem Fronteiras, voltado para o intercâmbio e inclusão de público de refugiados, exilados, imigrantes e suas crianças, resultando no belo espetáculo – Menino Coragem

 

Sobre ArteView

Veja Também

11 Selvagens prorrogado até 2 de dezembro

Em cartaz no Teatro Pequeno Ato, o espetáculo 11 Selvagens tem a temporada prorrogada até 2 de dezembro, com sessões sexta-feiras, às …

Deixe uma resposta